Essa semana assisti a uma aula de marketing voltado ao universo das academias. Entre as muitas das ideias apresentadas, uma ficou na minha cabeça. Segundo o professor que ministrou a aula, a maioria dos alunos julgam o valor da academia pelo grau de modernidade dos equipamentos, principalmente a esteira. Para ele, o mais indicado é que as esteiras fiquem posicionadas próximas às janelas da rua ou logo na entrada, para impactar e causar uma impressão positiva.

Na hora, eu achei bem engraçada essa situação. Com tantos anos de estudo em biomecânica, era improvável que uma questão tão fútil pudesse interferir sobremaneira na decisão de compra. Mas, na volta para a casa, fiquei em alerta. Muitas academias lotadas no caminho seguem esse e outros truques para agregar valor em pontos que, pela minha experiência, são pouco relevantes.

Fiquei com essa dúvida: Será que as pessoas sabem decidir qual o diferencial da academia?
Escolher o local pelo equipamento é a mesma lógica que comprar um bolo pela marca da batedeira. É claro que um bom instrumento pode ajudar, mas se a pessoa não souber utilizar corretamente as velocidades, a temperatura do forno e a ordem dos ingredientes, não é isso que vai salvar o sabor.

A lógica é a mesma: o importante em uma academia é a qualidade de seus profissionais, principalmente porque passar um treino físico para um aluno é uma grande responsabilidade. A atividade precisa ser acompanhada por alguém que conhece bem anatomia, fisiologia do exercício, biomecânica, entre muitos outros pontos.

Mas é claro que reconhecer um bom professor é complicado. Para tanto, é preciso observar atentamente. Um educador físico competente não reproduz apenas os exercícios, ele sabe o fundamento por trás de cada um deles. Se ele presta atenção em cada movimento, corrige a postura do aluno com frequência, se dá explicações sobre as posições e exercícios realizados, ele é um bom professor.

O aluno deve saber que escolher a academia pelos seus profissionais é o verdadeiro custo-benefício. Ele deve lembrar que está contratando um serviço especializado para acompanhar o seu metabolismo e cuidar da sua saúde e não apenas alugando um espaço equipado por algumas horas na semana. É preciso prestar atenção! Por menor que seja o preço, não se deve pagá-lo para correr riscos em uma esteira moderno, mesmo porque, o que realmente importa nos equipamentos são aspectos técnicos (como ângulos, torques e posições), que só um especialista é capaz de julgar ser adequado naquele momento.